A importância do 5S para as empresas

Falar de 5S é falar de qualidade. Falar de 5S é falar de produtividade e eficiência. Falar de 5S é falar de otimização de recursos.

Como funciona o 5S nas empresas?

Falando de forma bem objetiva, toda empresa precisa ser lucrativa, certo?! Lucrativa para remunerar seus acionistas, para reinvestir, para crescer, para enfrentar um mercado cada vez mais competitivo, para continuar existindo, gerando empregos e prosperidade.

Para uma empresa ser lucrativa e competitiva, é preciso ter produtividade e eficiência, tanto na geração de receitas, quanto na minimização dos custos. É preciso evitar o desperdício de recursos, sejam financeiros, materiais, humanos ou intelectuais. É preciso ter qualidade percebida pelos clientes.

O processo chamado de 5S baseia-se na organização e na limpeza dos locais de trabalho.

Vejamos os principais benefícios do 5S:

  1. – Um local limpo e organizado proporciona um ambiente agradável e gera a sensação de bem estar, tanto para a equipe, quanto para os clientes, aumentando a qualidade percebida e a disposição para o trabalho;
  2. – A organização e a limpeza, promovidas pela implantação do 5S, contribuem para a melhora da imagem da empresa perante todos os públicos (clientes, fornecedores, colaboradores e comunidade);
  3. – A organização aumenta a agilidade na localização de materiais, ferramentas, documentos, entre outros objetos, minimizando o gasto de tempo e aumentando a produtividade;
  4. – Com a melhor localização dos objetos, reduz-se a compra desnecessária de itens que a empresa já possui (mas ninguém sabia onde estavam ou, sequer, que existiam) evitando o desperdício de recursos;
  5. – Como parte da organização, o 5S promove a padronização dos processos, mantendo a regularidade na execução das tarefas por todos os colaboradores, aumentando a segurança e a eficiência;
  6. – Muitos acidentes são causados pela falta de organização e limpeza dos ambientes, pela falta de identificação de materiais perigosos, pelo empilhamento inadequado de materiais e pelo espaço de circulação reduzido. Com o 5S, os riscos de acidentes são minimizados;
  7. – A ausência do colaborador no trabalho tem como causas principais a falta de saúde e os acidentes. Com o 5S, as empresas tem um ambiente mais limpo, higiênico, seguro e, portanto, mais saudável, reduzindo o absenteísmo e aumentando a produtividade;
  8. – Materiais armazenados de forma inadequada estão mais sujeitos a danos e perdas. A organização promovida pelo 5S nas empresas reduz os prejuízos causados pela perda de materiais;
  9. – O 5S promove, contudo, maior qualidade de vida.

Mas o que é o 5S?

Chamamos de 5S um processo de organização, padronização e limpeza do local de trabalho, surgido no Japão, logo após a Segunda Guerra Mundial, que tem como princípios o Senso de Utilização (Seiri), o Senso de Ordenação (Seiton), o Senso de Limpeza (Seisou), o Senso de Saúde e Padronização (Seiketsu) e o Senso de Autodisciplina (Shitsuke).

Num país de cultura milenar, destruído pela guerra, foi preciso maximizar o uso dos recursos disponíveis, agindo de forma sistemática, planejada, organizada e segura, com alta produtividade e eficiência, para se reconstruir. O 5S tornou-se parte da cultura japonesa, no trabalho e na vida cotidiana, contribuindo para tornar o pequeno país numa grande potência mundial.

Vejamos, rapidamente, cada “Senso” do 5S:

Senso de Utilização (Seiri)

No local de trabalho devem permanecer apenas os itens, realmente, necessários e de uso frequente. Materiais de uso esporádico podem ficar em local de fácil acesso, preferencialmente, disponível para o uso de todos, mas não no local de trabalho. O que não for, verdadeiramente, necessário, descarte! Assim, melhora a organização e a localização dos objetos, e reduz o desperdício de recursos, materiais e de tempo.

Senso de Ordenação ou Organização (Seiton)

“Um lugar para cada coisa, e cada coisa em seu lugar”.

Objetos e documentos devem ter um local definido e identificado, para o conhecimento de todos, para a melhor localização e o fácil acesso.

A padronização das identificações facilita o entendimento, simplifica as atividades, melhora o visual dos ambientes e, por consequência, a eficiência do processo.

Senso de Limpeza (Seisou)

Cuidar da limpeza é cuidar da saúde das pessoas, é promover um ambiente mais saudável, agradável e produtivo, é preservar equipamentos e materiais, evitando perdas e desperdícios.

Manter equipamentos, máquinas e utensílios sempre limpos, após o uso, é ter um senso de que a limpeza contribui para a eficiência.

É salutar garantir a integridade dos objetos, cuidar da iluminação dos ambientes, da redução de ruídos, e da preservação de toda a estrutura do local.

Senso de Saúde e Padronização (Seiketsu)

A padronização de processos promove maior eficiência e produtividade.

Padronizar o uso de equipamentos, como EPIs, por exemplo, aumenta a segurança e reduz riscos.

A padronização na identificação visual _o que inclui uniformes e cuidados pessoais (asseio, corte de cabelo, barba e unhas, e uso de acessórios)_ contribui para a qualidade percebida pelo cliente.

Senso de Autodisciplina (Shitsuke)

É primordial cumprir, rigorosamente, o que foi planejado e estabelecido nas etapas anteriores. O Senso de Autodisciplina é a ordem mantida, é a implantação do 5S como cultura da empresa, como valor.

**********

A importância do 5S nas empresas está, portanto, ligada a ser profissional, a buscar a melhoria contínua dos processos, a entender que a organização é um meio fundamental para garantir produtividade, eficiência, lucratividade e qualidade de vida.

**********

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Clique aqui e veja também:

Sua empresa declara ou vive seus valores

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson

Qual a importância do carisma na liderança?

Líder Carismático

Você é um líder carismático?

Liderar é influenciar pessoas em prol da realização de um objetivo.

Ser um líder é ser o regente de um grupo, é atrair pessoas para a sua causa, ser seguido ou imitado em seu comportamento e ideias, é ter autoridade (com ou sem poder), é ser visto pelo grupo como seu representante e, assim, assumir a responsabilidade de cuidar dos interesses de todos, apontando os melhores caminhos.

Um líder deve, ao mesmo tempo, colocar-se e ser colocado à frente; assumir a responsabilidade e, ao mesmo tempo, receber do grupo a autoridade para liderar.

Mas, o que faz com que uma pessoa seja vista como um líder? O que faz com que atraia os olhares, a confiança, o apoio dos demais?

Será que o carisma é fundamental para a liderança?

O que você acha? Deixe sua opinião no final deste artigo, ok?!

Vejo o carisma como uma capacidade de atrair pessoas, de se destacar em meio aos demais, positivamente, de ser bem visto, de despertar confiança e credibilidade.

Muitos acreditam que essa capacidade é um dom, algo inato em uns poucos seres humanos mais favorecidos pela natureza. O próprio termo carisma, originário do grego khárisma, representava “graça”, um dom divino, recebido de Deus.

No entanto, enquanto capacidade de encantar, persuadir, fascinar ou seduzir um outro indivíduo, através da sua forma de ser e agir (https://www.significados.com.br/carisma/), carisma está muito relacionado à comunicação não verbal, à postura, à expressão facial, ao tom de voz, ao sorriso, aos gestos, à interação com as pessoas, ou seja, ao comportamento. E todo comportamento pode ser aprendido, desenvolvido e aprimorado.

Se você não se considera um líder carismático, acredite: você pode melhorar, e muito.

Associamos o carisma com a simpatia e a extroversão. No entanto, muitos líderes são introvertidos e não se destacam na multidão. Sua autoridade e liderança provem dos valores demonstrados e pela capacidade de realização, reconhecidos pelo grupo.

Assim, considero o carisma como uma “vantagem competitiva”, mas não uma característica fundamental. Portanto, não é necessário ter carisma para ser um líder extraordinário. Mas ser carismático é algo extraordinário para um líder.

Ser carismático abre portas, favorece o network, cria um ambiente favorável e potencializa os seus resultados.

Se você, como eu, sente que a timidez dificulta sua interação com as pessoas e, por isso, já foi até julgado como arrogante ou metido, saiba que você pode mudar isso.

Embarque numa jornada de autoconhecimento, autorreflexão e encare os desafios como ferramentas para o seu desenvolvimento. Encare a vida como uma academia: situações pesadas fortalecem suas capacidades.

Mais algumas dicas para ser mais carismático

  1. Procure desenvolver sua comunicação, verbal e não verbal!
  2. Alimente pensamentos positivos e sorria mais! Demonstre sua alegria!
  3. Observe mais as pessoas ao seu redor! Note-as! Cumprimente-as!
  4. Olhe nos olhos das pessoas, enquanto conversa e escute-as com atenção!
  5. Seja espontâneo! (as pessoas notam quando você não age naturalmente)
  6. Demonstre segurança e confiança, com humildade!
  7. Expresse sua paixão e entusiasmo!
  8. Esteja aberto a novas ideias e respeite-as!

Por fim: Ame a vida, ame a si mesmo e ame as pessoas ao seu redor!

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

 

foto: Gustavo Kuerten

Clique aqui e veja também:

Autoconceito, autoimagem e autoestima

Life Coaching ou Coaching de Vida

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson