Qual a importância do carisma na liderança?

Líder Carismático

Você é um líder carismático?

Liderar é influenciar pessoas em prol da realização de um objetivo.

Ser um líder é ser o regente de um grupo, é atrair pessoas para a sua causa, ser seguido ou imitado em seu comportamento e ideias, é ter autoridade (com ou sem poder), é ser visto pelo grupo como seu representante e, assim, assumir a responsabilidade de cuidar dos interesses de todos, apontando os melhores caminhos.

Um líder deve, ao mesmo tempo, colocar-se e ser colocado à frente; assumir a responsabilidade e, ao mesmo tempo, receber do grupo a autoridade para liderar.

Mas, o que faz com que uma pessoa seja vista como um líder? O que faz com que atraia os olhares, a confiança, o apoio dos demais?

Será que o carisma é fundamental para a liderança?

O que você acha? Deixe sua opinião no final deste artigo, ok?!

Vejo o carisma como uma capacidade de atrair pessoas, de se destacar em meio aos demais, positivamente, de ser bem visto, de despertar confiança e credibilidade.

Muitos acreditam que essa capacidade é um dom, algo inato em uns poucos seres humanos mais favorecidos pela natureza. O próprio termo carisma, originário do grego khárisma, representava “graça”, um dom divino, recebido de Deus.

No entanto, enquanto capacidade de encantar, persuadir, fascinar ou seduzir um outro indivíduo, através da sua forma de ser e agir (https://www.significados.com.br/carisma/), carisma está muito relacionado à comunicação não verbal, à postura, à expressão facial, ao tom de voz, ao sorriso, aos gestos, à interação com as pessoas, ou seja, ao comportamento. E todo comportamento pode ser aprendido, desenvolvido e aprimorado.

Se você não se considera um líder carismático, acredite: você pode melhorar, e muito.

Associamos o carisma com a simpatia e a extroversão. No entanto, muitos líderes são introvertidos e não se destacam na multidão. Sua autoridade e liderança provem dos valores demonstrados e pela capacidade de realização, reconhecidos pelo grupo.

Assim, considero o carisma como uma “vantagem competitiva”, mas não uma característica fundamental. Portanto, não é necessário ter carisma para ser um líder extraordinário. Mas ser carismático é algo extraordinário para um líder.

Ser carismático abre portas, favorece o network, cria um ambiente favorável e potencializa os seus resultados.

Se você, como eu, sente que a timidez dificulta sua interação com as pessoas e, por isso, já foi até julgado como arrogante ou metido, saiba que você pode mudar isso.

Embarque numa jornada de autoconhecimento, autorreflexão e encare os desafios como ferramentas para o seu desenvolvimento. Encare a vida como uma academia: situações pesadas fortalecem suas capacidades.

Mais algumas dicas para ser mais carismático

  1. Procure desenvolver sua comunicação, verbal e não verbal!
  2. Alimente pensamentos positivos e sorria mais! Demonstre sua alegria!
  3. Observe mais as pessoas ao seu redor! Note-as! Cumprimente-as!
  4. Olhe nos olhos das pessoas, enquanto conversa e escute-as com atenção!
  5. Seja espontâneo! (as pessoas notam quando você não age naturalmente)
  6. Demonstre segurança e confiança, com humildade!
  7. Expresse sua paixão e entusiasmo!
  8. Esteja aberto a novas ideias e respeite-as!

Por fim: Ame a vida, ame a si mesmo e ame as pessoas ao seu redor!

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

 

foto: Gustavo Kuerten

Clique aqui e veja também:

Autoconceito, autoimagem e autoestima

Life Coaching ou Coaching de Vida

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson

Autoconceito, autoimagem e autoestima

O impacto que VOCÊ causa sobre os seus resultados

Até onde você deseja chegar? Que resultados você busca? Como anda o seu desenvolvimento, os seus aprendizados, os seus relacionamentos e a sua carreira? As coisas têm dado certo pra você? Você tem sido valorizado como pessoa e como profissional? Como gostaria de ser tratado?

Essas e outras questões são consequências de diversos fatores, é verdade. Mas esteja certo de que o principal fator que determina a vida que você leva e os seus resultados é você mesmo.

Autoconceito, autoimagem e autoestima estão relacionados à percepção que temos sobre nós mesmos e como comunicamos isso às outras pessoas, o juízo de valor que fazemos sobre quem somos, como somos e o que somos capazes de fazer, o nosso autorretrato e amor próprio.

Conceitualmente, os termos são diferentes, mas é o que representam juntos que realmente importa.

O seu autoconceito e a sua autoimagem representam a sua verdade sobre si mesmo, a sua percepção, aquilo em que você acredita sobre você. E é aí que tudo começa: percepção e crença.

A importância que você atribui às coisas e às pessoas é baseada na sua percepção sobre elas, inclusive sobre si mesmo.

As suas decisões no dia-a-dia também são condicionadas por essa percepção.

A sua percepção é a base de tudo aquilo em que você acredita.

E tudo em que você acredita é verdade, ao menos para você.

AUTOCONCEITO e AUTOIMAGEM moldam os seus resultados.

A sua percepção e as suas crenças sobre si mesmo moldam as suas decisões e o seu comportamento, aquilo em que você foca, em que se dedica, em que empenha sua energia e, consequentemente, produz os seus resultados.

AUTOCONCEITO e AUTOIMAGEM moldam os seus esforços.

Imagine que você é um jogador de pôquer e está em uma mesa de jogo onde as apostas são muito altas.  Você olha para as suas cartas e percebe que tem um bom jogo nas mãos; não um excelente jogo, mas um bom jogo. Olha para o jogador à sua frente e percebe que está seguro, confiante, fazendo acreditar que o jogo que tem em mãos é melhor do que o seu. Você apostaria todas as suas fichas? Ou pouparia esforços para a próxima rodada?

Essa é a decisão que o seu cérebro toma diante das suas percepções e crenças sobre si mesmo. Quando você acredita em algo, ele se empenha em coordenar suas decisões, suas atitudes, suas ações e seu comportamento naquela direção. Quando não acredita, ele poupa esforços.

Esse é o sentido da famosa frase de Henry Ford:

Ou seja, quando acredita que pode realizar algo, verdadeiramente, você se move naquela direção, fazendo acontecer. Quando acredita que não pode, inconscientemente, poupa esforços.

Se você pensa que é burro, lerdo, incapaz, azarado, desastrado, mau administrador, incompetente, que tem dificuldade de aprender, de dirigir, de se localizar, ou seja lá o que for, assim será.

Mas, se acredita em si mesmo, em sua inteligência e capacidade de aprender, de se aprimorar, de desenvolver novas competências e habilidades, de ser melhor como pessoa e como profissional, assim você é.

“Todas as suas ações serão permeadas com base na imagem que você cria de si mesmo _ é como uma profecia autorrealizável”. _ José Roberto Marques.

Acredito que essa breve reflexão sobre percepção e crença tenha esclarecido o impacto do autoconceito e da autoimagem sobre o que você é capaz de realizar. No entanto, sua vida também é reflexo das suas interações com as outras pessoas. Aquilo que você comunica aos outros sobre si mesmo, de forma verbal e não verbal, consciente e inconsciente, condiciona a percepção e as crenças delas a seu respeito, o valor que atribuem a você como pessoa e como profissional, o valor que atribuem ao que você pensa, fala e faz, a capacidade que acreditam que você tenha, o grau de confiabilidade que depositam em você, a conexão que ocorre entre vocês e, consequentemente, as oportunidades que se abrem em seu caminho.

“A maneira como você pensa sobre si mesmo afeta o que os outros sentem a seu respeito”. “A forma como você se vê influencia a forma como o mundo de vê” _ José Roberto Marques.

Sua AUTOESTIMA potencializa os seus resultados

Sua autoestima é o seu amor próprio, a avaliação que você faz de si mesmo, uma sensação, um sentimento, um estado, uma emoção. E são as suas emoções que geram a energia interna, a força, a coragem, a força de vontade, a disposição que impulsiona você a realizar algo.

Sua autoestima é, portanto, aquilo que potencializa a sua capacidade, as suas ações e, consequentemente, os seus resultados.

Fortaleça seu autoconceito, sua autoimagem e sua autoestima

Vigie seus pensamentos sobre si mesmo. Cultive apenas os pensamentos positivos e isso fortalecerá suas crenças e sua autoestima.

Quando algo não sair como você esperava, busque os aprendizados e faça diferente. Não tenha medo de errar, acredite em fazer.

Dedique-se ao autoconhecimento, descubra suas capacidades, identifique seu propósito de vida.

Alimente sua mente apenas com informações positivas e inspiradoras. Notícias de tragédias e reportagens sensacionalistas não agregam em nada; apenas constroem referências negativas.

Pratique ser positivo!

Pratique a gratidão: perceba e sinta gratidão por tudo o que há de bom em sua vida.

Construa relacionamentos positivos, com pessoas positivas, alegres, inspiradoras e que te façam sentir melhor em sua presença do que em sua ausência.

Evite o vitimismo. Você não é vítima das circunstâncias.

“Saiba que são as suas decisões e não as suas condições que determinam o seu destino” _ Anthony Robbins

Seja autor de sua própria história!

Desenvolva e fortaleça seu autoconceito, sua autoimagem e sua autoestima. Afinal, se você, que se conhece melhor do que ninguém, que convive consigo mesmo 24 horas por dia, não confia, não acredita e não gosta de você, como imagina que os outros o farão?

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Clique aqui e veja também:

Autoconhecimento

Life Coaching ou Coaching de Vida

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson