Resiliência: resistência e superação

Você é resiliente?

O quanto você é capaz de resistir à pressão, de enfrentar desafios e adversidades, de superar obstáculos e, ainda, aprender e se fortalecer com tudo isso? Qual a sua capacidade de adaptação frente às mudanças?

Todos nós passamos por momentos desafiadores ao longo da vida. Seja em casa ou no trabalho, muitas são as situações em que você é forçado a superar obstáculos, a resolver problemas, a enfrentar conflitos e seguir em frente.

A capacidade de passar por tudo isso sem sucumbir ao medo, ao fracasso, à dor, à tristeza, às doenças e a outras limitações, é o que chamamos de resiliência.

O termo resiliência é oriundo da física, e significa a propriedade de um corpo de recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação.

Trazido para a área do comportamento, dizemos que um indivíduo é resiliente quando é capaz de lidar com seus problemas, de enfrentar crises e perdas, de tomar decisões, de aguentar a pressão, de adaptar-se às mudanças, de agir com equilíbrio em situações de conflito, de lidar com as adversidades, aprendendo e tornando-se mais forte.

resiliência

É importante frisar que resiliência não é uma característica que uma pessoa tem ou não tem. É uma capacidade que pode ser aprendida e desenvolvida. De fato, todos os nossos aprendizados e experiências moldam nossas capacidades, inclusive a de ser resiliente.

Na medida em que você adquire conhecimentos, desenvolve habilidades, aprende com suas experiências, observa e absorve as experiências de outras pessoas, compreende as relações de causa e consequência dos mais diversos fatos, torna-se mais preparado, mais forte, mais evoluído.

Ainda assim, como seres humanos, estamos sujeitos a cometer falhas, a errar, fraquejar. Podemos apresentar alto nível de resiliência na maior parte das situações, mas sentir dificuldade em alguns momentos. Você já deve ter passado por isso; ter se descontrolado diante de um problema, se exaltado, tido alguma reação, aparentemente, desproporcional, da qual se arrependeu depois. Isso é normal! O importante é estar alerta, é entender e perceber que é preciso retomar o equilíbrio e reunir os recursos necessários para enfrentar aquela situação. A autoconsciência é fator fundamental para desenvolver sua resiliência.

Pense em uma pessoa que sofre um acidente e acaba perdendo os movimentos das pernas. Certamente, deve ser uma situação desesperadora. Algo que ninguém desejaria passar e com o qual nunca aprendeu a lidar. A revolta, a tristeza, o desânimo, e muitos outros sentimentos ruins devem atingir esse indivíduo com muita força. Apesar disso, muitos são os casos de superação. Muitos são aqueles que se apoiam nessa dor para criar projetos que visam ajudar outras pessoas que passam por situações semelhantes. Muitos lutam pela conscientização quanto às causas dos acidentes, com o intuito de evitá-los. Alguns se tornam esportistas paralímpicos, outros encontram uma nova forma de viver, com os recursos disponíveis. Ou seja, ninguém consegue ser forte o tempo todo. Ser resiliente não é ser um super-homem, mas utilizar seus recursos internos para suportar, superar e adaptar-se às situações, aprendendo com elas e tornando-se mais forte e preparado para os próximos desafios.

Portanto, quando você estiver em meio a uma situação de conflito, de problemas ou de mudanças, reflita: que recursos eu tenho e que recursos me faltam para enfrentar esta situação? O que eu posso aprender com tudo isso? Como essa experiência pode me tornar mais preparado para a vida, seja do ponto de vista pessoal, seja profissional? As respostas virão e o “músculo” da resiliência ficará, cada vez, mais forte.

Desenvolva um mindset progressivo! Aprenda, evolua, torne-se cada dia mais resiliente!

***************

Leia também: Crenças limitantes

***************

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Fabio Frasson

 

O que é Mindset?

O que significa Mindset e qual a sua importância em nossa vida pessoal e profissional?

Mindset é uma palavra da língua inglesa que representa a nossa configuração mental, o modo como pensamos, a nossa mentalidade ou modelo mental.

Desde que nascemos, somamos incontáveis aprendizados e experiências, das mais simples às mais complexas. Tudo que vemos, ouvimos e sentimos, são interpretados de forma diferente por cada um de nós e, por consequência, provocam diferentes ações e reações. O modo como interpretamos os acontecimentos formam as nossas crenças acerca dos mais variados assuntos, o nosso ponto de vista, as nossas opiniões, o nosso modelo mental.

E é, justamente, esse modo singular de pensar, interpretar e acreditar que constitui o nosso Mindset.

O nosso comportamento é condicionado por modelos mentais” _ Daniel Goleman, autor do best seller Inteligência Emocional.

Mindset está ligado à forma como você encara tudo em sua vida, aos seus padrões de julgamento e avaliação, aos níveis de qualidade que você busca, aceita, exige ou espera, aos seus objetivos, à sua determinação, ao seu foco, à sua confiança em si mesmo e nos outros, às suas crenças.

Essas crenças ou julgamentos nem sempre têm fundamentos reais, científicos. Muitas vezes, são apenas parte de um senso comum, uma ideia generalizada sobre determinado assunto. O problema é que, geralmente, não temos percepção sobre nossas crenças. E, principalmente, não distinguimos o que é real do que é apenas uma interpretação nossa. E essa é a causa das chamadas crenças limitantes, coisas em que acreditamos, mesmo que inconscientemente, e que nos impedem de realizar certas coisas, simplesmente por que achamos que não é possível.

Imagine um elefante que cresceu acorrentado, e acostumou a dar apenas alguns passos, até que a corrente estivesse esticada. No início, ele não tinha forças para arrancar a estaca onde a corrente estava presa. Mas hoje, com mais de três metros de altura e seis toneladas, isso seria como quebrar um palito de dentes. Mas o seu Mindset não evoluiu. A crença de que era impossível continuar andando quando a corrente esticasse o impede de quebrar a estaca já apodrecida pelo tempo.

Assim também somos nós. Existem aqueles com um Mindset fixo, que não acreditam na evolução. Creem que as capacidades são inatas; que somos como nascemos. São pessoas que tendem a ser mais pessimistas, com baixa autoestima, pouca iniciativa, sentimento de estagnação e falta de motivação.

Já outros, com Mindset Progressivo, enxergam os dons como capacidades latentes, que devem ser desenvolvidas, com foco, dedicação, novos aprendizados, com aprimoramento contínuo. São pessoas que focam o positivo, que agem positivamente, que provocam e encaram mudanças, que tem resiliência, que lutam contra os próprios medos e as próprias limitações.

Vencer não é competir com o outro. É derrotar seus inimigos interiores”. _ Roberto Shinyashiki, escritor e palestrante.

Esse é o modo como eu vejo o mundo. Acredito que cada um de nós tem capacidade de aprender, de desenvolver novas habilidades, de aperfeiçoar, de evoluir, de desenvolver continuamente seu potencial, de buscar resultados extraordinários. Esse é o sentido do Mindset Frasson.

Acredite em você! Elimine suas crenças limitantes! Eleve o seu Mindset!

Leia, leia, leia muito. Faça cursos, participe de treinamentos, palestras e workshops. Encare novos processos de trabalho como forma de desenvolvimento pessoal e profissional. Aprenda todos os dias e compartilhe os aprendizados. Afinal, aprende mais quem ensina e contribui mais quem aprende ensinando.

***************

Leia também: Mais foco, melhores resultados!

****************

Meu nome é Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar e com a evolução do seu mindset. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso! Até a próxima!

Fabio Frasson

Curta e acompanhe a página Mindset Frasson no Facebook

Acompanhe o canal Mindset Frasson no Youtube