Autorresponsabilidade x Autossabotagem

autorresponsabilidade x autossabotagem

Você sabe o que é autorresponsabilidade? Já ouviu falar em autossabotagem?

Ter autorresponsabilidade é ser protagonista da sua própria história, é assumir as rédeas da sua vida, é chamar para si a responsabilidade de fazer acontecer, é enxergar os seus resultados como consequência das suas decisões, das suas atitudes e do seu comportamento, sem “mimimi”, sem culpar o outro pelo que acontece em seu caminho.

Autossabotagem é tudo o que você faz, de modo consciente ou inconsciente, que prejudica a si mesmo, que reduz a sua capacidade de realização, que diminui suas oportunidades, que gera perda de recursos como tempo, energia, foco, força de vontade, coragem, informação, dinheiro, entre outros.

É claro que muito do que acontece em nossa vida não está sob o nosso controle. Mas a forma como lidamos com tudo isso é uma questão de escolha.

Como lembra Anthony Robbins, “é nos momentos de decisão que seu destino é traçado”. Cada uma das suas escolhas e das suas atitudes é que determinam os seus resultados.

 Autorresponsabilidade pelos Resultados

Ter autorresponsabilidade é entender que a vida que você leva, que os resultados que você tem são frutos das suas AÇÕES, do seu COMPORTAMENTO, das suas ATITUDES, das suas DECISÕES.

A maneira que você se comporta está relacionada com as suas CRENÇAS, com tudo o que você acredita, o que é verdade pra você, o que faz sentido pra você, a sua PERCEPÇÃO sobre as coisas, o seu MODELO MENTAL, o seu MINDSET.

A sua percepção é baseada nas INFORMAÇÕES que foram gravadas na sua mente, reforçadas ou não pelas suas EMOÇÕES e SENSAÇÕES, e funciona como um filtro da realidade, direcionando seu FOCO e condicionando suas DECISÕES.

A sua percepção sobre si mesmo, por exemplo, o que chamamos de AUTOIMAGEM, AUTOCONCEITO e AUTOCONHECIMENTO é o principal filtro da sua realidade, seu ponto de partida, o que molda seu COMPORTAMENTO. Já ouviu a frase “Você é aquilo que acredita ser?”. Você tende a se comportar da forma como acredita que você seja, a buscar aquilo que acredita que possa alcançar.

Os seus PENSAMENTOS e a sua COMUNICAÇÃO criam e reforçam suas CRENÇAS e provocam suas EMOÇÕES. E são as EMOÇÕES o principal combustível que gera ENERGIA para que você aja, em busca dos seus propósitos, dos seus sonhos, dos seus objetivos, da sua AUTORREALIZAÇÃO.

Autossabotagem e os Resultados

Acontece, porém, que toda vez que você fala, pensa ou age de modo a criar ou reforçar crenças negativas (o que chamamos de CRENÇAS LIMITANTES ou CRENÇAS LIMITADORAS), ou gerar qualquer tipo de emoção negativa, você mina sua energia, desperdiça o combustível da AUTOCONFIANÇA, da FORÇA DE VONTADE, da garra, da disposição para fazer o que tem que ser feito. Isso é AUTOSSABOTAGEM.

Toda vez que você adia o que é importante, o que chamamos de PROCRASTINAÇÃO, você também sabota os seus resultados.

Da mesma forma como isso acontece com você, também acontece com as pessoas a sua volta, com as quais você convive e que podem contribuir de forma positiva ou negativa para os seus resultados. Toda vez que você age de forma a provocar emoções negativas nas pessoas ao seu redor, você mina a energia delas, e a capacidade que elas têm de gerar resultados. Isso também é AUTOSSABOTAGEM.

Eu não sei quais são os seus sonhos. Não sei quais são os seus objetivos mais simples e os mais complexos. Nem, ao menos, sei se você tem clareza do que quer para a sua vida, se tem metas bem definidas, escritas no papel, ou se vai vivendo, um dia de cada vez, sem pensar no futuro. Mas, de uma coisa, eu tenho certeza: você quer sentir-se bem, sentir-se feliz!

Quer melhorar seus resultados? Quer ter uma vida mais feliz? Quer sentir-se realizado? Responsabilize-se pelos seus resultados e elimine a autossabotagem da sua vida.

 

Clique aqui e veja também:

Crenças Limitantes

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson

Como engajar uma equipe?

equipe

Se você é um líder, certamente, já deve ter pensado sobre isso, inúmeras vezes: como engajar uma equipe? Como despertar o sentimento de time, aquela força de vontade matadora, o interesse genuíno em buscar o sucesso da organização? Como fazer sua equipe, verdadeiramente, “vestir a camisa”?

Confesso que também passo por isso. Aliás, acredito que esta seja uma das mais importantes funções de um líder: formar uma equipe coesa, com atitudes congruentes com os valores, a missão, a visão e os objetivos da empresa. E isso só é possível se fizer sentido para cada membro da equipe.

Engajar uma equipe é fazer com que cada um sinta-se parte da empresa, defendendo-a, lutando por ela como por si mesmo. É fazer despertar o sentimento de orgulho, uma ligação profunda, quase inexplicável, assim como ocorre entre nós e a nossa rua, o nosso bairro, a nossa cidade, a nossa escola, a nossa comunidade, a nossa família.

É fácil? Claro que não! Cada um de nós tem seus valores, seus sonhos, sua personalidade, seus desejos, seus medos, seus problemas, seus interesses, seus desafios. Cada um de nós tem o “seu porque”, as suas motivações.

Conciliar e convergir o que nos move, em prol de uma causa que é o nosso bem comum, é um grande desafio. Afinal, você pode impulsionar, inspirar, provocar as pessoas, mas a motivação vem de cada um.

Qual a importância de engajar a equipe?

Conforme publicado por Juliane Yamaoka, no site Administradores.com, o instituto Globoforce WorkHuman consultou 23 mil funcionários, em 45 países, para identificar o que mais contribui para a sua felicidade dentro das organizações.

Segundo o estudo, “sentir-se parte de um time, grupo ou organização é o que mais gera felicidade entre os profissionais”; e “profissionais que sentem um forte senso de pertencimento têm uma performance superior, contribuem além das expectativas, e também estão menos propensos a pedir demissão.”.

Ou seja, quanto mais a sua equipe estiver engajada, com o sentimento de fazer parte do time, melhores serão os seus resultados e também a sua satisfação pessoal e profissional.

Como inspirar a automotivação da equipe?

Enquanto eu lia alguns artigos que me auxiliassem a clarear o raciocínio sobre o tema de hoje, encontrei alguns insights muito simples, mas importantíssimos. Selecionei 4 formas de inspirar a automotivação da equipe, que mais fizeram sentido para mim:

  1. Definição de valores e objetivos pessoais: a maioria das pessoas não tem clareza sobre os próprios valores e objetivos. Grande parte delas, sequer pensou sobre isso até hoje. Ao mostrar a importância dessa definição para cada colaborador, e auxiliá-los na execução dessa tarefa, o líder contribui para a criação de um sentido pessoal, algo que os motive (individualmente).
  2. Demonstrar de que forma o trabalho de cada colaborador contribuirá para os seus objetivos pessoais: Muitas pessoas, seja no início de suas carreiras, seja por exercer funções consideradas menos nobres ou com baixos salários, ou mesmo por falta de visão de longo prazo, não sentem que seu trabalho é realmente importante, tanto para a empresa, quanto para elas mesmas. É função do líder, contribuir para clarear esse raciocínio.
  3. Demonstrar a importância do trabalho de cada um para o sucesso de todos: O desejo de sentir-se importante é intrínseco ao ser humano, mesmo que não seja consciente. Todos nós queremos ser bem vistos, bem quistos e bem lembrados. Deixe claro para cada colaborador o quão importante ele é para os resultados da equipe e de toda a empresa.
  4. Conte histórias, momentos significativos da organização: Contar histórias sobre a empresa e seus momentos mais importantes ajuda a criar conexão, identificação, proximidade.
  5. Utilize técnicas de coaching: Ao estimular cada colaborador a encontrar respostas por meio de seus próprios conhecimentos e interpretações, o líder coach contribui com o desenvolvimento dos colaboradores e sua real ligação com os propósitos da equipe.

Se você deseja saber mais sobre Como o coaching pode ajudar você a atingir seus objetivos, clique aqui.

Engajar a equipe? É mais fácil falar (e escrever) do que fazer

Se esse pensamento passou por você, não se preocupe: você está certo.

É, realmente, mais fácil falar e escrever do que fazer. Afinal, cada um de nós tem seu mindset. Influenciar ou inspirar alguém a fazer qualquer coisa diferente da forma como tem feito exige dedicação, foco, força de vontade e muito aprendizado. Contribuir para o seu desenvolvimento e evolução requer verdade e liderança. Seja exemplo, seja um verdadeiro líder.

 

Clique aqui e veja também:

Motivação

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Fabio Frasson

contato Fabio Frasson

curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson