Por que a sua vida não sai do lugar?

Se você, como muitas pessoas, tem a sensação de que, por mais que se esforce, nada acontece, esse artigo é pra você.

Realização pessoal, satisfação, alegria, prazer, felicidade, plenitude, são anseios naturais de todo ser humano.

Tudo o que fazemos, no fundo, fazemos com o intuito de nos sentirmos bem, de atendermos nossas necessidades e alcançarmos essas sensações.

No entanto, temos uma existência complexa e uma gama muito variada de necessidades e desejos. Temos necessidades físicas, emocionais, racionais e espirituais.

Segundo Stephen Covey, a natureza humana pode ser dividida em quatro esferas: corpo, mente, coração e espírito. E cada uma dessas esferas gera necessidades específicas: necessidade de sobreviver, de nos sentirmos seguros, protegidos, bem de saúde; necessidade de aprender, de compreender, de evoluir; necessidade de nos relacionarmos com outras pessoas, de amar e ser amado, de nos sentirmos queridos; e necessidade de deixar um legado, de sermos lembrados, de nos conectarmos com o mundo, com o universo, com a natureza, com a religiosidade.

Atender todas essas necessidades, em um mundo que exige cada vez mais de nós, tem levado muitas pessoas a viver como num labirinto, andando de um lado para o outro, sem encontrar a saída, ou como um cachorro, correndo atrás do próprio rabo. Entramos no piloto automático, ocupados na maior parte do tempo, canalizando nossa energia apenas para a manutenção da rotina. Você acorda, trabalha, dorme, acorda, trabalha, dorme, acorda e tem a sensação de que a sua vida não sai do lugar.

Vamos refletir sobre alguns fatores que nos levam a esse “lugar nenhum”, a essa repetição do status quo:

A maior parte do nosso aprendizado, ao longo da vida, vem da observação e da reprodução do comportamento das pessoas ao nosso redor.

A forma como percebemos as coisas, nosso padrão de interpretação, nossa personalidade, nossos valores, nossa cultura, nossas crenças e nosso mindset foram construídos, pouco a pouco, de modo subconsciente, subjetivo e involuntário.

A maneira como fomos criados, as amizades que tivemos, os lugares que frequentamos, o círculo social com o qual interagimos influenciam, sobremaneira, em nosso modo de pensar, de sentir e de agir. E são os nossos pensamentos, nossos sentimentos e as nossas ações que determinam os nossos resultados, aquilo que conquistamos, a vida que levamos.

Logo, ao repetir aquilo que você absorve de seu ambiente, seus resultados tendem as ser muito semelhantes aos que tem presenciado. É como disse Albert Einstein:

“insanidade é continuar fazendo sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes”.

Como eu disse no início desse artigo, se você, como muitas pessoas, tem a sensação de que, por mais que se esforce, nada acontece, esse artigo é pra você. Mas nada do que eu disser fará qualquer diferença se você não estiver consciente de 3 fatores essenciais para mudar a sua vida (para melhor, é claro!).

Fatores para alavancar a sua vida

  1. Aprendizado: capacidade é algo que se aprende. Nascemos sem saber coisa alguma. Os resultados que você AINDA não tem são frutos do que você AINDA não sabe (mas pode aprender!).
  2. Responsabilidade: você é o único responsável pelos seus resultados, pela vida que você leva. Pare de culpar o governo, a sociedade, o seu vizinho, o seu chefe, o seu marido ou a sua esposa, os seus filhos, a sua sogra. Existem muitos fatores que não estão sob seu controle, é verdade, mas, ainda assim, a maneira como você vai lidar com os desafios é responsabilidade sua. Uma famosa frase, atribuída ao filósofo Jean Paul Sartre diz: “não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.”.
  3. Decisão: como disse Anthony Robbins, considerado por muitos como o maior coach da atualidade, “é nos momentos de decisão que o seu destino é traçado”. E não se trata apenas de grandes decisões, mas de cada pequena decisão que você toma no dia a dia; se você levanta às 6h ou às 7h da manhã, se você lê algumas páginas de um livro por dia ou não, se você assiste TV ou uma videoaula, se você anda de cabeça baixa ou olhando no horizonte, se sorri para as pessoas ou não, se cumprimenta os colegas de trabalho ou não, se busca novos aprendizados ou não, se aceita feedbacks como oportunidades de crescimento pessoal ou não, se cuida de sua aparência ou não, e assim por diante. Os rumos de sua vida dependem das suas decisões.

 Por que a sua vida não sai do lugar?

Muito provavelmente, eu não conheça você. Mas estou certo de que se a pergunta acima faz sentido em sua vida, algum dos fatores abaixo também fará, e explicará porque sua vida não sai do lugar.

Falta de clareza: como disse Lewis Carroll, autor do livro “Alice no País das Maravilhas”, “se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve”. A falta de autoconhecimento (clareza sobre si mesmo), sobre seus propósitos, seus valores, seus objetivos, seus sonhos, suas capacidades e dificuldades, leva à estagnação.

Crenças Limitantes: tudo aquilo em que você acredita,  e que limitam sua coragem, sua disposição, suas atitudes, seu comportamento, suas capacidades e, por consequência, seus resultados.

Procrastinação: o hábito de adiar o que precisa ser feito, seja por falta de vontade, por falta de coragem, por achar difícil ou por qualquer outra razão.

Autossabotagem: pensamentos, palavras e ações, conscientes ou inconscientes, que desviam você dos seus objetivos, sabotando a si mesmo.

Vitimismo: julgar-se sempre como vítima das circunstâncias, como se tudo o que acontece de ruim tivesse o claro objetivo de prejudicar você.

Pessimismo e ceticismo: ser pessimista (esperar sempre o pior resultado das coisas) ou cético (duvidar de tudo; não acreditar em nada) provocam desgaste, sugam sua energia e a de todos a sua volta e provocam todos os fatores acima.

 

Assuma o controle da sua vida!

Acredite mais em si mesmo, nas pessoas e nas possibilidades!

Busque o autoconhecimento!

Busque continuamente o aprendizado e a evolução!

Seja a melhor versão de si mesmo, todos os dias!

 

Clique aqui e veja também:

Como o coaching pode ajudar você a atingir seus objetivos

Eu sou Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Fabio Frassoncontato Fabio Frasson

Curta a página @mindsetfrasson no Facebook

facebook @mindsetfrasson

Assine o canal mindsetfrasson no Youtube

youtube mindsetfrasson

 

Realização pessoal e profissional

Você é um profissional realizado?

Se a sua resposta for sim, parabéns! Você faz parte da minoria.

Segundo pesquisa divulgada no site G1 (2015), 72% das pessoas estão insatisfeitas com o trabalho. Em 2011, o mesmo site havia divulgado que a infelicidade no trabalho atingia 48% das pessoas.

Conforme mencionei no artigo Eficácia, realização pessoal e contribuição, as transformações e a complexidade do mundo moderno têm produzido conflitos internos em grande parte das pessoas. Muitas sentem-se frustradas, desanimadas, desmotivadas, estagnadas ou incapazes de corresponder ao que se espera delas. Alimentam o desejo de realização pessoal e profissional, mas não conseguem realizar.  O sentimento é de angústia. Parece que a vida profissional não faz sentido.

Eu não sei se essa é a sua realidade, se você se sente ou já se sentiu assim; se conhece alguém, um parente, um amigo, um vizinho, um colega de trabalho, alguém que esteja vivendo dessa forma. Mas, infelizmente, nesse momento, existem milhões de pessoas, por esse mundo afora, levando uma vida profissional que não as completa.

Imagine uma pessoa frustrada. Imagine essa pessoa, em casa, à noite, se preparando para dormir, pensando “caramba, amanhã eu tenho que acordar cedo pra trabalhar de novo…, não aguento mais isso…”. Imagine que essa pessoa está desanimada, sentindo que seu trabalho não tem mais sentido pra ela, se sentindo desvalorizada, angustiada com a velocidade das mudanças do seu dia a dia… Imagine que essa pessoa é você. As cobranças, as comparações, a concorrência, tudo deixa você angustiado, sentindo como se não pudesse mais acompanhar tudo isso.

Mas, por que será que isso acontece?

Podemos apontar 3 causas principais para a falta de realização pessoal e profissional

1º)  A falta de identificação e definição clara dos propósitos e valores pessoais

Você sabe quais são seus propósitos? Você sabe aonde quer chegar? O que quer ser? O que quer ter? O que deseja fazer da sua vida? Se não precisasse mais pensar em dinheiro, o que faria da sua vida?

Quais são os seus valores? O que realmente importa pra você? Quais os princípios que você não abre mão? O convívio com a família? A vida social, os amigos? O contato com a natureza? O sucesso profissional? A contribuição, a colaboração? O respeito? A verdade? Quais são os valores dos quais você não abre mão e que norteiam a sua vida?

Muita gente não sabe claramente quais são os seus propósitos e valores, fazendo com que nada faça sentido, nada tenha significado. Estão perdidas e se frustram por não chegar a lugar algum.

2º)  A falta de objetivos definidos

Sei que propósitos e objetivos são sinônimos, mas aqui coloco propósito como seu objetivo maior e objetivos como as etapas de curto, médio e longo prazos que levam você a atingir seus propósitos. Você tem objetivos definidos? Sabe aonde quer chegar e quando?

3º) A falta de ação congruente, alinhada com os propósitos, valores e objetivos

Falta de congruência, de alinhamento de pensamentos, sentimentos e atitudes, com seus valores e objetivos.

Quer um exemplo? Imagine que você é um mecânico, ama o que faz, pode passar horas mexendo no motor de um carro, só pra sentir a satisfação de deixá-lo funcionando perfeitamente. Você tem um propósito, um sonho maior de ser mecânico de fórmula 1. Já traçou seus objetivos: daqui a 6 anos quer se formar em engenharia mecânica; em 10 anos quer chegar a uma equipe de fórmula 3; em 15 anos deseja chegar à fórmula 1; você tem propósitos, é honesto, preza pela verdade, pela humildade e pelo sucesso profissional. Bacana! Mas não há congruência. Você não prestou vestibular, não faz            contatos, não se informa sobre como chegar lá, ou seja, não tem atitude; vai ficar sonhando e se frustrando.

**************

Acredito, realmente, que todos nós desejamos ser bem vistos, bem quistos e bem lembrados, termos uma vida de grandeza, mesmo na simplicidade. Para isso, é preciso que cada um encontre a sua verdadeira natureza, a sua essência, sua voz interior.

Você jamais alcançará a realização profissional sem antes descobrir como fazer do seu trabalho a sua realização pessoal.

Meu nome é Fabio Frasson. Espero ter contribuído com seu caminhar. Desejo a você resultados extraordinários e muito sucesso!

***************

Leia também: Autoconhecimento

***************

Vamos juntos, evoluindo sempre! Até a próxima!

Fabio Frasson